Bárbara Campos

Bárbara Souza Garcia de Campos, flauta Iniciou seus estudos musicais aos 10 anos de idade e desde então vem participando de diversas atividades voltadas para a performance do instrumento, destacando-se o III Encontro Internacional de Madeiras de Orquestra do Conservatório de Tatuí ministrado por Jill Felber (EUA), Mary Karen Clardy (EUA) e Edson Beltrami, os masterclasses com a flautista Celina Charlier (BRA/EUA), Isaura Melo (BRA/SUIÇA) e o workshop de Piccolo com Michel de Paula.
Participou de concursos e encontros de bandas em todo o estado de São Paulo bem como de duas edições do Encontro de Bandas de Pozzo del Molle na Argentina.
Estudou no Conservatório de Tatuí onde teve aulas de flauta com a professora Márcia Regina Licatti e atualmente já formada, cursa o primeiro semestre de aperfeiçoamento no instrumento com o professor Otávio Blóes.
Foi aprovada para o Coreto Paulista do ano de 2014 onde foi aluna executante na classe do professor Edson Beltrami. No mesmo programa, foi convidada para o Ensaio Aberto de “A Estranha Criatura do Dr. Nepomuceno”. Criação elaborada coletivamente durante o Curso de Férias do Coreto Paulista, edição 2014, em Tatuí.
No mesmo ano participou do Festival de Música de Ourinhos como aluna executante na classe de Antônio Carrasqueira e participou da orquestra do festival sobre regência de Lutero Rodrigues.
Foi primeira flauta da Banda Jovem do Conservatório de Tatuí sob a regência de José Antônio Pereira, atuou em várias formações de grupos de câmara como o trio Shenandoah (duas flautas e piano) finalista de uma das edições do prêmio de música de câmara do Conservatório de Tatuí.
Participou como aluna convidada em concertos da Orquestra Jovem, Orquestra Sinfônica do Conservatório e da Banda Sinfônica do Conservatório, nesta última para executar a obra “Sagração à Primavera” de Igor Stravinsky sob a regência de Dario Sotelo. Foi segunda flauta como aluna bolsista no segundo semestre de 2014 na Banda Sinfônica do Conservatório de Tatuí, e no primeiro semestre de 2015 evoluiu para primeira flauta.
Foi também segunda flauta como aluna bolsista na Orquestra Sinfônica do Conservatório de Tatuí. Executou a segunda sinfonia de Brahms junto a Orquestra Sinfônica do Conservatório de Tatuí como segunda flauta, e a primeira sinfonia de Mahler, desta vez como Piccolo.
Atualmente cursa bacharelado em flauta transversal pelo Instituto de Artes – UNESP.